Sexta-feira, 25 de Dezembro de 2009

MARIA

Vindos de cinzas, deuses não, seremos

filhos de sois que o hidrogénio prende,

do cosmos , do vazio, percorremos

uma onda de luz que nos surpreende.

 

a minha nave avança, a esfera, a rota

em mar de caos incerto, curvatura

da Próxima  Centauro, tão remota

que  me alonga o corpo e transfigura.

 

se te encontrar Maria, o universo

deste meu presumir de vagabundo,

poderá dar-te a mão num vão disperso

 

de  janela qualquer no fim do mundo,

além dum túnel negro e adverso

e dentro dos teus olhos, que eu inundo.

publicado por Peter às 16:07

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Segunda-feira, 21 de Dezembro de 2009

TORGA

 

No baraço do tempo, engulho de alma

transmontano viril ,sedento, crua

é a alma da pedra que se espalma

em amargura vil,  no meio da rua.

 

no granito do berço onde se acalma

a caneta pela pele como charrua,

em torgas , no silêncio, aurora de alma

crença que ora se firma  ora flutua.

 

e do  odre do berço a revelia

debruçada no Largo da Portagem

é pureza de amor ou agonia

 

numa cidade apenas só de imagem,

então da verve brota poesia

que é terra mãe , sempre ingrata e selvagem.

 

publicado por Peter às 23:30

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Terça-feira, 8 de Dezembro de 2009

FLORBELA

Gostava de me ter em ti, ceifeira

se o tempo fosse igual para nós dois,

mas de voltar atrás não há maneira

não há replicações anos depois.

 

gostava de me ver em ti, ceifado

por poemas que deixaste ficar,

ou ser príncipe novo em  teu reinado,

pelo menos mais um  a questionar.

 

porém o tempo, a simultaneidade

biológica, no acto foi diferente,

o campo misturou-se na cidade

 

os anos que me turvam são á frente,

mesmo que fosse rei na eternidade

duvido dominar todo o presente.

 

publicado por Peter às 11:23

link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|
Quinta-feira, 3 de Dezembro de 2009

SER

  

A coisa que não sou, sou o que sou,

pois nem sei o que sou para saber,

existo, logo penso vejo e vou

mas não sei onde vou nem o que ver.

 

não sei se eu sou eu nem onde estou,

não o sendo  que venho aqui fazer,

serei eu positrão que se enganou,

serei manhã , serei amanhecer???

 

estranha coisa vir, amar, morrer,

num infinito olhar que se encontrou,

não ser aura ,futuro ou entender

 

por que se veio e porque se acabou

aquilo que não foi nem há-de ser,

mas estranha foi a coisa que  passou.

 

publicado por Peter às 19:07

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Terça-feira, 1 de Dezembro de 2009

CABO

O capitão cresceu, o mar rugiu,

rostos escancararam o terror

que a proa levantou , submergiu

a tempestade e o Adamastor.

 

Dias ergueu a mão , o indicador

deu rumo avante  na onda que caiu

sobre todo o convés, assustador,

o inferno que veio e os sumiu.

 

a meio da noite o rumar foi nordeste

ventos  vinham do sul  e de feição

amainou-se a borrasca , azul celeste

 

trouxe a manhã  de abertas e razão

quando a terra surgiu, recorte a oeste

e porta aberta a nova compreensão.

 

publicado por Peter às 21:32

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. GOTEBORG

. COPENHAGEN

. ESTRADAS DESERTAS

. REVOLUÇÃO

. SEDUÇÃO

. PRIMAVERA

. DIA DA POESIA

. ECLIPSE

. NOSTALGIA

. BINA

. EU

. RASURA

. CORREM POR MIM

. CONCERTO

. SONETO

. AMOR

. SE....

. BARCA

. LOVE STORY

. MERCÊ

. UM SONETO

. A UM BLOG

. NATAL

. ELA

. SLUSSEN

. OLHOS

. DJURGARDSBRUNNVIKEN

. SICKASJON

. CADIJA

. GOTAS

. FAROL

. RETRATO

. PERGUNTA

. MEMÓRIA

. TARDE

. VELEIROS

. DJURGARDEN

. VIA

. REGRESSAR

. TARDE

. INFINITO

. AFASTAMENTO

. BARCA

. VELA

. IMAGEM

. NADAS

. BANCO

. E VÓS...

. NOTURNO

. AMOR

.arquivos

. Março 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Março 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. ♥ Lay all your love on me...

.LIVROS ABERTOS

FERNÃO DE MAGALHÃES, AFONSO HENRIQUES, HENRIQUE O NAVEGADOR , GENOMA, AO ENCONTRO DE ESPINOZA, A INSUSTENTÁVEL LEVEZA DO SER,AS VINHAS DA IRA, GOMORRA,A ORIGEM DAS ESPÉCIES, PERCHÉ NON SONO CRISTIANO, O QUE DIZ MOLERO, AS ORIGENS DA VIDA , O NAVEGADOR DA PASSAGEM, LA RELATIVITÀ A FUMETTI, O ERRO DE DESCARTES,D.DINIS, A ALMA È A MENTE, ECONOMIA CANAGLIA, LA CRISI...E POI? A CRIAÇÃO DO MUNDO,A EVOLUÇÃO PARA TODOS, O JACKPOT CÓSMICO, MARAVILHOSAS AVES, O ESPECTÁCULO DA VIDA,ANA KARENINA,

.as minhas fotos

.AUTORES

TORGA, EÇA, ABELAIRA, PESSOA, EUGÉNIO DE ANDRADE, DRUMOND DE ANDRADE,RUI BELO, CAMÕES,AQUILINO,FERREIRA DE CASTO, TOLSTOI, KUNDERA,VICTOR HUGO, PABLO NERUDA,CERVANTES, CARL SAGAN, RÉGIO, RUSSEL, RENAN, HERCULANO,HEMINGWAY, STEINBEK, SARAMAGO, LAGERLOFF,PASTERNaK, VERISSIMO,
blogs SAPO

.subscrever feeds