Sexta-feira, 26 de Novembro de 2010

INÊS

Passei por ti Inês como quem passa,

e tu , pedra de Ançã, estás onde estás

com a trança caída, eterna graça

eterno amor Inês, que nos desfaz.

 

face serena a que tens no rosto,

assim te cinzelou  o escultor,

não te rasgou no coração desgosto

nem cinzelou a morte, mas amor.

 

olhas o campo, verde, cego e nu,

que no Mondego faz  a mesma cama

da teia da paixão, mas não és tu

 

lembrança ali postada no teu drama,

já não és só amor de Pedro o Cru

és amor dum  país que vive e ama.

 

publicado por Peter às 19:16

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 22 de Novembro de 2010

MORENA

Não me chames aquilo que não sou

poeta, que poesia é que há por mim ?

rimo umas letras porque sou assim

um rimador  que nada mais rimou.

 

morrem também  no meu retorno ao fim

breve olvidar de quem aqui passou,

versos, quem os não fez, os não cantou

quando a flor que nasce é um jardim?

 

não me chames poeta, a poesia

se alguma vez me foi tinta na pena

foi só pelo teu olhar, que não me acena

 

como acenou  ao tempo em que o vivia,

só fui poeta então , por simpatia

e por  amar teu rosto de morena.

 

publicado por Peter às 18:45

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quinta-feira, 18 de Novembro de 2010

PÔR DO SOL

O dia terminou o sol desceu

em rubros tons  por sobre o Atlântico

a massa o fez puxar , desapareceu

leveza do silêncio em breve cântico.

 

aconteceu , longe , pela distância

duma ilusão que o mundo pode ser,

tomba no horizonte desta ânsia

que nos acode á alma sem se ver.

 

por fim  a terra fez-se sol no mar    

na gémea luz celeste  dum partir,

parte para algures ,nem sempre com voltar

 

um dia o sol que parte há-de seguir,

quando assim for eu levo o teu olhar

no veio que a negrura há-de sumir.

 

publicado por Peter às 19:15

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 5 de Novembro de 2010

CINZA

 

Perdi  dias e noites nos teus braços,

cingi teu corpo fino de ampulheta,

amei com amor feito de embaraços

beijei por ti  inteiro, o planeta.

 

cortei depois o tempo em sonhos  idos

que de  tua razão têm marca em vida,

alguns que me cinzelam em gemidos

outros que não tem fome mas guarida.

 

com o sossego intimo, gravados

de sorte que nem sei se são ou não

um acervo comum de condenados

 

ou um maduro fruto de estação,

o ser é feito de ossos e passados

ressequidos na berma da ilusão.

 

publicado por Peter às 23:03

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. GOTEBORG

. COPENHAGEN

. ESTRADAS DESERTAS

. REVOLUÇÃO

. SEDUÇÃO

. PRIMAVERA

. DIA DA POESIA

. ECLIPSE

. NOSTALGIA

. BINA

. EU

. RASURA

. CORREM POR MIM

. CONCERTO

. SONETO

. AMOR

. SE....

. BARCA

. LOVE STORY

. MERCÊ

. UM SONETO

. A UM BLOG

. NATAL

. ELA

. SLUSSEN

. OLHOS

. DJURGARDSBRUNNVIKEN

. SICKASJON

. CADIJA

. GOTAS

. FAROL

. RETRATO

. PERGUNTA

. MEMÓRIA

. TARDE

. VELEIROS

. DJURGARDEN

. VIA

. REGRESSAR

. TARDE

. INFINITO

. AFASTAMENTO

. BARCA

. VELA

. IMAGEM

. NADAS

. BANCO

. E VÓS...

. NOTURNO

. AMOR

.arquivos

. Março 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Março 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. ♥ Lay all your love on me...

.LIVROS ABERTOS

FERNÃO DE MAGALHÃES, AFONSO HENRIQUES, HENRIQUE O NAVEGADOR , GENOMA, AO ENCONTRO DE ESPINOZA, A INSUSTENTÁVEL LEVEZA DO SER,AS VINHAS DA IRA, GOMORRA,A ORIGEM DAS ESPÉCIES, PERCHÉ NON SONO CRISTIANO, O QUE DIZ MOLERO, AS ORIGENS DA VIDA , O NAVEGADOR DA PASSAGEM, LA RELATIVITÀ A FUMETTI, O ERRO DE DESCARTES,D.DINIS, A ALMA È A MENTE, ECONOMIA CANAGLIA, LA CRISI...E POI? A CRIAÇÃO DO MUNDO,A EVOLUÇÃO PARA TODOS, O JACKPOT CÓSMICO, MARAVILHOSAS AVES, O ESPECTÁCULO DA VIDA,ANA KARENINA,

.as minhas fotos

.AUTORES

TORGA, EÇA, ABELAIRA, PESSOA, EUGÉNIO DE ANDRADE, DRUMOND DE ANDRADE,RUI BELO, CAMÕES,AQUILINO,FERREIRA DE CASTO, TOLSTOI, KUNDERA,VICTOR HUGO, PABLO NERUDA,CERVANTES, CARL SAGAN, RÉGIO, RUSSEL, RENAN, HERCULANO,HEMINGWAY, STEINBEK, SARAMAGO, LAGERLOFF,PASTERNaK, VERISSIMO,
blogs SAPO

.subscrever feeds