Quinta-feira, 15 de Janeiro de 2015

CORREM POR MIM

sol.jpg

Correm por mim as horas os minutos

os dias debruçados e assim

errado julgo o caminhar sem fim

na conta destes  dias dissolutos

 

me pergunto e duvido e nada sei

se acaso toco acima um infinito

cego de olhar surdo no próprio atrito

matéria ignorante onde pasmei

 

e dispo-me no tempo onde atravesso

a ruela vazia aonde moro

mudo de humor caminho do avesso

 

ás vezes não me sinto nem ignoro

sou um fio perdido do começo

a poeira dum pó, um pêlo, um poro.

 

 

publicado por Peter às 20:20

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 31 de Outubro de 2010

O MEU PAÍS

 

O meu  país é mar e comedoiro

fugaz, escancarado e sem sustento

é barril de galego alma de moiro

o meu  país é um adiamento.

 

o meu país é fossa, sumidoiro

a quem lhe quer é brusco e é tormento

espantoso milagre , ancoradoiro

é a deriva que o traz ao vento.

 

o meu país tem face inacabada

por mão de artista não de timoneiro,

o rumo que persegue é na coutada

 

de si próprio, carrasco , prisioneiro,

o meu país que é tudo não é nada

não passa de um quintal todo porreiro.

 

publicado por Peter às 11:25

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quarta-feira, 20 de Outubro de 2010

HOJE

 

Já não existe a rua nem o ser

do eu que o teu olhar então fazia,

o tempo destroçou o seu parecer

dentro só restam sombras, agonia.

 

todo o caminho é feito de paragens,

umas mais cheias outras mais vazias

entre elas, muitas vezes nem imagens

se vislumbram nas agressões dos dias.

 

abre-as o sonho, é certo, raramente,

para outros patamares que são passado

mas tudo se mudou, tudo é diferente

 

o teu olhar em mim , está desfocado

embora guarde algures, inconsciente

o entre nós que foi , sonho e pecado.

 

 

publicado por Peter às 22:12

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 12 de Setembro de 2010

RENDIÇÃO

 

Rende-se a terra à fraga, não a expulsa

e eu , ao vento, não o posso parar,

também se rende  a regra á coisa avulsa

como o meu coração ao  teu olhar.

 

e rende-se a montanha quando pulsa

do céu a tempestade e o nevar

e o deserto ao brilho que da ursa

lhe dá a noite  em cada cintilar.

 

sendo todos irmãos na natureza,

a força , a fraga ,o  vendaval , o amar,

porque se apaga a chama que anda acesa

 

em ti que não evitas  naufragar ,

rendilhada  excepção , subtileza

de barca que recusa navegar.

 

publicado por Peter às 17:34

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 26 de Abril de 2009

FLOR

 

Flor de sabugueiro é branca e renda

de bilros, filigranas e noivado

e renasce em Abril , é uma prenda

um perfume e um corpo aliviado.

 

flor de sabugueiro é larga e fina

toalha de virtude e de pureza,

e quando nasce é frágil, pequenina

recortada a cinzel pela natureza.

 

flor de sabugueiro é estendida,

mesa de mais, soberba refeição,

sedutora e gentil , sem ser comida

 

amena e leve depois da ingestão,

um dia me fiz mesa e fiz  guarida

numa ponte em Ucanha, de emoção.

 

publicado por Peter às 16:39

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. CORREM POR MIM

. O MEU PAÍS

. HOJE

. RENDIÇÃO

. FLOR

.arquivos

. Março 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Março 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. ♥ Lay all your love on me...

.LIVROS ABERTOS

FERNÃO DE MAGALHÃES, AFONSO HENRIQUES, HENRIQUE O NAVEGADOR , GENOMA, AO ENCONTRO DE ESPINOZA, A INSUSTENTÁVEL LEVEZA DO SER,AS VINHAS DA IRA, GOMORRA,A ORIGEM DAS ESPÉCIES, PERCHÉ NON SONO CRISTIANO, O QUE DIZ MOLERO, AS ORIGENS DA VIDA , O NAVEGADOR DA PASSAGEM, LA RELATIVITÀ A FUMETTI, O ERRO DE DESCARTES,D.DINIS, A ALMA È A MENTE, ECONOMIA CANAGLIA, LA CRISI...E POI? A CRIAÇÃO DO MUNDO,A EVOLUÇÃO PARA TODOS, O JACKPOT CÓSMICO, MARAVILHOSAS AVES, O ESPECTÁCULO DA VIDA,ANA KARENINA,

.as minhas fotos

.AUTORES

TORGA, EÇA, ABELAIRA, PESSOA, EUGÉNIO DE ANDRADE, DRUMOND DE ANDRADE,RUI BELO, CAMÕES,AQUILINO,FERREIRA DE CASTO, TOLSTOI, KUNDERA,VICTOR HUGO, PABLO NERUDA,CERVANTES, CARL SAGAN, RÉGIO, RUSSEL, RENAN, HERCULANO,HEMINGWAY, STEINBEK, SARAMAGO, LAGERLOFF,PASTERNaK, VERISSIMO,
blogs SAPO

.subscrever feeds