Quinta-feira, 28 de Maio de 2015

PRIMAVERA

091.JPG

Desta alegria canta a aparência

canta o poeta eterna partitura

a natureza e a manifesta essência

do primeiro vestir de criatura

 

 escreve poeta agita  a turbulência

 na emotiva peça da loucura

canta as flores e vive a insolvência

da substância amarga da aventura

 

canta e sublima a voz da primavera

que se refaz seara criativa

canta o sol o perfume a atmosfera

 

os princípios do acaso que é a vida

canta poeta o sonho e a quimera

que da morte regressa renascida

publicado por Peter às 23:55

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 22 de Março de 2015

DIA DA POESIA

RSCN3958[1].JPG

O muro que me separa de mim
alto e silencioso ao comprimento
multiplica-se e fecha-se  sem fim
volta sempre á origem do meu senso

 

tem portas que não abrem nem as penso
odorosos perfumes de jasmim
são o que são e soltas no meu lenço
fechadas e seladas  são assim

 

e sei que sendo eu pequeno e breve
como mínima parte do cordão
tomo e deixo as soleiras ledo e leve

 

como efémera bola de sabão
na pequena existência que se deve
a poeiras e pó de combustão.

publicado por Peter às 00:21

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 1 de Fevereiro de 2015

EU

eu.jpg

Sou um tipo danado digo ás vezes

de mim para mim portas atravessadas

não gosto de cenouras nem chineses

e sou silva de nome em papeladas

 

não tenho sorte ao jogo e dos amores

contra o jargão o dom é impreciso

teimoso resmungão e nos sabores

um curioso autor do improviso

 

nesta banalidade estabelecida

pela genética herdada  dos avós

ancoro o bote  ao cais duma partida

 

e parto sem partir da minha foz

enquanto enrolo o tempo e esta vida

num verso num café calando a voz.

 

publicado por Peter às 17:53

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sábado, 15 de Janeiro de 2011

NOTURNO

 

Do silêncio interior arde-me sede

e das ânsias mil gritos estrangulados,

recuo aos meus limites de parede

e os sinos dobram, secos  e pesados.

 

tão pesados na Sé que deixa o largo

como deserto em pedra de calçada

e o apoio do chão, inquieto, amargo

hesita no torpor duma passada

 

é meia noite, o lampião flutua

quando lhe sopro para não se mexer

e a luz, cai na janela , cai na rua

 

e na regra que marca o amanhecer

e sigo por ninguém , que nem a lua

espreita do céu para me receber.

 

publicado por Peter às 22:32

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 11 de Janeiro de 2010

MANHÃ

 

Que vento sopra e neve cai ! Manhã

que se desmonta e veste de cinzento,

da janela observo e me contento

tossindo sob o meu cachecol de lã.

 

saio, atravesso a rua  e num momento

empurro a porta da tabacaria,

cigarros e jornal, lixo, mania,

tóxico da rotina e pensamento.

 

hoje, segunda feira, clonada,

como és injusta incómoda ciência,

que de mim fazes massa e transparência

 

fotão, carbono e água destilada,

um morrão no cigarro e paciência,

vento que sopra a neve,  cai , mais nada.

publicado por Peter às 14:11

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 1 de Janeiro de 2010

SILÊNCIO

 

O que me leva é o vento que passa

o que me empurra és tu, tempo perdido,

o que me chama ,nada , satisfaça

ou não o que me julgo era devido.

 

o que me grita é chuva que me grassa

por sobre um esqueleto ressequido,

ela me encharca, o mito me ameaça

e tudo deixa então de ter sentido.

 

e pasmo, surdo a deus, por mais que faça

levantar-me do corpo adormecido,

não sei se sou estrutura de carcaça

 

se castanheiro velho, oco e despido,

silêncio de ninguém que me embaraça

inerte, ignorante , ou esquecido.

 

publicado por Peter às 20:22

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PRIMAVERA

. DIA DA POESIA

. EU

. NOTURNO

. MANHÃ

. SILÊNCIO

.arquivos

. Março 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Março 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. ♥ Lay all your love on me...

.LIVROS ABERTOS

FERNÃO DE MAGALHÃES, AFONSO HENRIQUES, HENRIQUE O NAVEGADOR , GENOMA, AO ENCONTRO DE ESPINOZA, A INSUSTENTÁVEL LEVEZA DO SER,AS VINHAS DA IRA, GOMORRA,A ORIGEM DAS ESPÉCIES, PERCHÉ NON SONO CRISTIANO, O QUE DIZ MOLERO, AS ORIGENS DA VIDA , O NAVEGADOR DA PASSAGEM, LA RELATIVITÀ A FUMETTI, O ERRO DE DESCARTES,D.DINIS, A ALMA È A MENTE, ECONOMIA CANAGLIA, LA CRISI...E POI? A CRIAÇÃO DO MUNDO,A EVOLUÇÃO PARA TODOS, O JACKPOT CÓSMICO, MARAVILHOSAS AVES, O ESPECTÁCULO DA VIDA,ANA KARENINA,

.as minhas fotos

.AUTORES

TORGA, EÇA, ABELAIRA, PESSOA, EUGÉNIO DE ANDRADE, DRUMOND DE ANDRADE,RUI BELO, CAMÕES,AQUILINO,FERREIRA DE CASTO, TOLSTOI, KUNDERA,VICTOR HUGO, PABLO NERUDA,CERVANTES, CARL SAGAN, RÉGIO, RUSSEL, RENAN, HERCULANO,HEMINGWAY, STEINBEK, SARAMAGO, LAGERLOFF,PASTERNaK, VERISSIMO,
blogs SAPO

.subscrever feeds