Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




NÃO QUERO SER

por Peter, em 17.11.08

 


Não quero ser a imagem que tenho
eu quero ser apenas o que sou
não o que sei que sou, nem donde venho,
nem porque vim, irei ou porque estou.

este é um problema da gramática
da lógica, razão, fisico quimica,
teorema esquisito em matemática
ou até um só gesto numa mímica.

eu sou um ser de vida , porquê vida
e não se chama outra coisa vulgar ,
os  meus genes fizeram-me, atrevida

a vida, onde me passo a perguntar,
o que sou eu se apenas quero ser,
aquilo que não sou ? esse é meu ser ?



 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:34


VEM MEU AMOR

por Peter, em 16.11.08

 

 

 
Vem meu amor por sobre a noite intensa
traga-me o corpo de afago e de carinho,
um copo de champanhe e um caminho,
livre como a loucura que não pensa.

vem meu amor por sobre a vida e esquece
que há um regresso ao principio no fim,
traga-me a alma, voa sobre mim
libertinagem que o prazer nos tece.

vem sobre o mundo , vamos de mãos dadas
de porta em porta em múltiplas moradas
beber o vinho da ressurreição

deixar que os genes sejam transmissores
da infinita prova dos amores
que os criaram nesta geração.

-____________________________________________________________________
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:58


PERCORRO-ME

por Peter, em 15.11.08


Percorro-me em paisagem, a janela
do automóvel  fechou , condicionado
num pedaço de deus , sigo ignorado,
sigo o caminho que se me revela.

por distração a vida concilio
em oração com deuses não vitais,
da matéria nascida parentais,
na mente uma questão que desafio.

não há certezas neste mundo, há vida,
a verdade e mentira são iguais
no juizo final que lhes fazemos.

o nascer, o viver é despedida,
como outros, somos seres e nada mais
emerge da imagem que nós temos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:17


LOUCURA

por Peter, em 14.11.08

 


Não há felicidade sem loucura
extase ,abstração, o paraíso
existe para quem nele procura
intervalos do mundo e do juizo.

o louco, o ébrio, o fumador, o vício,
apenas vida na diversidade,
são excepção, um pequeno orificio
na oficina da eternidade.

o célebro é imenso e complexo
é massa  da mentira e da verdade
que nos sustem  a virose do nexo

em luta desigual num campo imenso,
uma face de bem outra maldade
mistura de loucura e de bom senso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:05


PORQUE TE AMARGA

por Peter, em 13.11.08

 



Porque te amarga o tempo revivido
em vitima e lamentos eu não sei
o muito que vivi trás-me embevido
na ideia  de ti que em mim gravei.

não choro hoje o ontem que foi tanto
uma emoção com outra não se esquece
tenho saudades sim, mas me apetece
restar de ti o bom e não o pranto.

nem milagres, nem resas, nem torturas
alguma vez farão o meu caminho
que de ti foi amor e foi carinho,

paixão, desejo, caricias e ternuras,
apenas relembrar me faz feliz,
que hoje faria o mesmo que então fiz.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:11


CATEDRAL

por Peter, em 12.11.08


Não reso mas comungo a catedral
posta no ante mim com dois pináculos
cinzelados na pedra colossal
antecipando céu e obstáculos.

ó gigantesca obra quão humana
gente te fez vibrando desafios
arrebatada e mística, profana
na mão  que recortou os teus vazios.

erguida ao alto , porém é nas entranhas
que te habitam misérias e gemidos
regozijo dos bons, ai dos vencidos,

esse mesmo interior aonde apanhas
não o troar  dum deus sábio e fecundo
mas o falar diverso deste mundo.




Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:55


TU

por Peter, em 10.11.08

 

 



Construi-te de mim, mulher, de barro
depois fiz a razão e disse tu
tu que virás a ser onde eu agarro
os meus versos de amor quando estou nu.

desenhei, amassei, fiz-te ,conheço
a versão que moldei, absorvi
sem lei nem grei , reserva e o que pareço
é o meu interior que te cedi.

que de matéria fez-se outra matéria
como  moleza,massa, susceptivel
de amar, de agigantar e de miséria,

limites do humano perecivel
amei-te assim volátil e diverso
mas não te pus algemas, dei-me em verso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:34

Pág. 2/2



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


LIVROS ABERTOS

FERNÃO DE MAGALHÃES, AFONSO HENRIQUES, HENRIQUE O NAVEGADOR , GENOMA, AO ENCONTRO DE ESPINOZA, A INSUSTENTÁVEL LEVEZA DO SER,AS VINHAS DA IRA, GOMORRA,A ORIGEM DAS ESPÉCIES, PERCHÉ NON SONO CRISTIANO, O QUE DIZ MOLERO, AS ORIGENS DA VIDA , O NAVEGADOR DA PASSAGEM, LA RELATIVITÀ A FUMETTI, O ERRO DE DESCARTES,D.DINIS, A ALMA È A MENTE, ECONOMIA CANAGLIA, LA CRISI...E POI? A CRIAÇÃO DO MUNDO,A EVOLUÇÃO PARA TODOS, O JACKPOT CÓSMICO, MARAVILHOSAS AVES, O ESPECTÁCULO DA VIDA,ANA KARENINA,

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

AUTORES

TORGA, EÇA, ABELAIRA, PESSOA, EUGÉNIO DE ANDRADE, DRUMOND DE ANDRADE,RUI BELO, CAMÕES,AQUILINO,FERREIRA DE CASTO, TOLSTOI, KUNDERA,VICTOR HUGO, PABLO NERUDA,CERVANTES, CARL SAGAN, RÉGIO, RUSSEL, RENAN, HERCULANO,HEMINGWAY, STEINBEK, SARAMAGO, LAGERLOFF,PASTERNaK, VERISSIMO,