Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




TEATRO

por Peter, em 31.12.08


Isto é um palco, é um teatro aberto,
um covil mal composto, atravessado,
não existe moral e é incerto
o caminho que leva a qualquer lado.

apesar do principio sem limites
não ter de si nem portas, nem fronteiras,
uns criaram aos outros apetites
que se espalharam pela terra inteira.

aprisionando  á força a alma humana
em grades de poderes e de importância,
em milénios de dor e de ignorância

a energia ou massa, em carne abana,
nem ómega nem alfa, mas excrescência
que não usa cabeça, nem experiência.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:35


SÉCULOS

por Peter, em 30.12.08

 

 

 
Três séculos e meio cedro amigo
tanto tempo de vida sem queixume
tantos ossos queimados sem  ciúme,
de tanta geração, sonhado abrigo.

tu que já viste frades e poetas,
navegantes e reis e bailadores,
observaste, sofrimento, amor,
aconselhaste sábios e profetas.

chamam-te S. José mas não és santo,
és cedro, isso te basta, serpenteias,
acima do meu mundo e incendeias   

ramos á luz do sol que são teu manto,
fazendo-te coroar ,és realeza
dominante da tua natureza.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:14


BUÇACO 3

por Peter, em 29.12.08

 


Gosto de me perder nos teus caminhos
de mata antiga, troncos centenários,
errando-me contigo, desalinhos
dum húmus que nos fez aqui gregários.

revejo-me nas sombras dos gigantes
modelados nas tuas curvaturas,
monumentos de artérias, beligerantes
da terra á luz, no nada das procuras .

tens o controle do tempo, espaço ameno
pelo sangue que te sulca  todo o ser
onde por mim me busco , ter um dreno,

na vida dos teus ramos a crescer,
eu, que ao pé de ti sou um pequeno
e inútil deus quase a desaparecer.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:55


CASACO

por Peter, em 27.12.08

 

   
O novo dono do casaco preto
tomou-o de comprado, tão poído
que ao vesti-lo se sentiu despido,
por dentro se fechou como num gueto.

destes actos sobrou, ficou latente
uma memória nunca dissipada
uma tísica dor, por fora nada
além de espelho claro e evidente.

não tinha cor , o fio entrelaçado
de tão usado não servia já,
eram contas de vida que não dá

vividas e cumpridas noutro lado,
entranhou-se na alma inexperiente
e nela fez morada permanente.


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:29


CICCIOLINA

por Peter, em 25.12.08


Encostas a cabeça no meu peito
e dormes confiante, desnudada
esticas o teu corpo pões um jeito
na  minha alma que trago interrogada.

depois acaricio os teus cabelos,
amasso-te o pescoço sem censura,
com as mãos percorrendo, são novelos
de sensações e gestos de ternura.

silencias-te em sonhos, embalada
como se eu fosse teu divino amante
platónica figura de gigante

no ego em que te encontras aprazada,
os teus dedos soletram , adormeces
na ingénua pureza que mereces.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:17


É NOITE DE NATAL ???

por Peter, em 24.12.08

                                                                                                  
É noite de natal, arde  a madeira
são veios de carvalho retalhados
repartem-se em calor, fogo, á lareira,
remanescencia dos antepassados.

o frio está lá fora ,o azedume
corre por mim, talvez leviandade
ver o natal num grito, num  queixume,
por quem morre de fome e de verdade,

por quem vive servil na ignorância,
quem se abusa por outro, á escravidão,
quem se perde na falta duma esperança,

quem se aluga pelo valor dum pão,
ou quem se prostitui pela abundância
calcando aos pés o homem, seu irmão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:11


SE HOJE FOSSE DIA DE NATAL

por Peter, em 23.12.08


Se hoje fosse dia de Natal,
mas não é, oferecia-te uma flor,
talvez no teclado e virtual
pedisse um beijo, um beijo com amor.

não acredito no menino Jesus,
porém creio em meninos todos os dias,
são eles todo o homem que produz
o amanhã , depois, depois e crias.

acho o natal uma festa pagã,
e tão de fora do nosso próprio ser,
como uma cesta de ovos, sem os ter.

dizer natal, natal, é coisa vã,
se em qualquer outro dia acontecer
será que outro natal não pode ser ?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:39


CEDRO

por Peter, em 22.12.08


Três séculos e meio , cedro antigo
tanta idade a viver sem um queixume,
tantos ossos queimados, tanto lume
de tanta geração sonhado abrigo.

tu que escutaste frades e poetas,
navegantes e reis e bailadores,
testemunhaste sofrimento , amor,
talvez  de sábios, santos e profetas.

chamam-te S. José , mas não és santo,
és cedro, bem melhor e serpenteias
acima do teu mundo envolto em teias

do  corpo que te envolve em verde manto,
mas por baixo és esqueleto aplicado
já com aço e cimento, segurado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:06


NATAL

por Peter, em 21.12.08


O dia de natal é tão diário
como outro dia é  dia qualquer
não mais que convenção num calendário
como o nome dum homem ou mulher.

o dia de natal tem existência
para sustentar enganos , sucção
de quem rouba do mundo a inocência,
de quem fomenta guerras e exclusão.

o natal não é sonho nem é quente,
muito menos é dar, é sofrimento,
é mentira, negócio, aviltamento.

pois se houvesse natal, naturalmente
na mente , instinto em nós, amor seria
que a cadeia dos genes transmitia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:26


NÃO SÃO

por Peter, em 20.12.08

 


Não são frades que me fazem a missa,
francamente não são o meu sustento,
é nas coisas do mundo que me aguento
não na ordem de classe submissa.

quando subo ao Buçaco  é a nudez,
muitas vezes que me leva a subir,
deambular sozinho, perseguir
o interior moldável que me fez.

que altera na ignorância e pestilência,
de se passar obrigatoriamente
num sítio incompreensível e ausente

onde cada certeza é aparência,
enquanto este silêncio de oratória,
‘inda que breve, é pausa provisória.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:24

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Posts mais comentados


LIVROS ABERTOS

FERNÃO DE MAGALHÃES, AFONSO HENRIQUES, HENRIQUE O NAVEGADOR , GENOMA, AO ENCONTRO DE ESPINOZA, A INSUSTENTÁVEL LEVEZA DO SER,AS VINHAS DA IRA, GOMORRA,A ORIGEM DAS ESPÉCIES, PERCHÉ NON SONO CRISTIANO, O QUE DIZ MOLERO, AS ORIGENS DA VIDA , O NAVEGADOR DA PASSAGEM, LA RELATIVITÀ A FUMETTI, O ERRO DE DESCARTES,D.DINIS, A ALMA È A MENTE, ECONOMIA CANAGLIA, LA CRISI...E POI? A CRIAÇÃO DO MUNDO,A EVOLUÇÃO PARA TODOS, O JACKPOT CÓSMICO, MARAVILHOSAS AVES, O ESPECTÁCULO DA VIDA,ANA KARENINA,

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

AUTORES

TORGA, EÇA, ABELAIRA, PESSOA, EUGÉNIO DE ANDRADE, DRUMOND DE ANDRADE,RUI BELO, CAMÕES,AQUILINO,FERREIRA DE CASTO, TOLSTOI, KUNDERA,VICTOR HUGO, PABLO NERUDA,CERVANTES, CARL SAGAN, RÉGIO, RUSSEL, RENAN, HERCULANO,HEMINGWAY, STEINBEK, SARAMAGO, LAGERLOFF,PASTERNaK, VERISSIMO,