Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




E VÓS...

por Peter, em 31.01.11

 

E vós tágides minhas que de aperto

me levais Tejo fora noutra rota

me haveis de dar da pátria infima nota

para que de longe, algures, me sinta perto.

 

pois que sendo este mar tão descoberto

desde o zarpar á ilha mais ignota

mais frouxo é o saber e mais remota

a sorte do percurso vago e incerto.

 

navegantes sem bussula e sem prumo

no marear as cartas de improviso

debitam-se em queixumes e sem rumo

 

as pimentas , os ouros , o juizo,

que se agitam as naus, ardem sem fumo

promessas para atingir o paraiso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:26


NOTURNO

por Peter, em 15.01.11

 

Do silêncio interior arde-me sede

e das ânsias mil gritos estrangulados,

recuo aos meus limites de parede

e os sinos dobram, secos  e pesados.

 

tão pesados na Sé que deixa o largo

como deserto em pedra de calçada

e o apoio do chão, inquieto, amargo

hesita no torpor duma passada

 

é meia noite, o lampião flutua

quando lhe sopro para não se mexer

e a luz, cai na janela , cai na rua

 

e na regra que marca o amanhecer

e sigo por ninguém , que nem a lua

espreita do céu para me receber.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:32


AMOR

por Peter, em 12.01.11

 

Sombreei os teus olhos sombreados

como pinturas que de rosto são,

nem sempre como queria , destinados

á loucura da nossa possessão.

 

remexi o teu corpo numa crença

o que te segredei deusa o ouviu

embebido na chama da pertença

teu colo,  ao meu segredo ,mais se uniu

 

disse-te amor, de instintiva cartilha 

em beijos repetidos de prazer

chamei-te de princesa , mãe e filha

 

chamei-te o que chamei e deve ser

bebendo sobre a taça da partilha

o vinho do teu corpo de mulher. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:20


DANÇA

por Peter, em 07.01.11

 

Não sou pintor de rosas com perfume

como gostavas e te conheci

leve e ligeira, flor de fogo e lume

e procurei a vida assim ,em ti.

 

porém as coisas são todas correntes

mudáveis como a proa dum navio

que busca rumo em águas imprudentes

e a remar entramos num vazio.

 

não peço agora ao ignoto vir

que não chegou a ser, coisa nenhuma

em cada porto há barcas a partir

 

outras que  chegam no rasgão da espuma,

tudo é chegar,  viver e repetir

as passadas do tempo, uma por uma.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:03


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Posts mais comentados


LIVROS ABERTOS

FERNÃO DE MAGALHÃES, AFONSO HENRIQUES, HENRIQUE O NAVEGADOR , GENOMA, AO ENCONTRO DE ESPINOZA, A INSUSTENTÁVEL LEVEZA DO SER,AS VINHAS DA IRA, GOMORRA,A ORIGEM DAS ESPÉCIES, PERCHÉ NON SONO CRISTIANO, O QUE DIZ MOLERO, AS ORIGENS DA VIDA , O NAVEGADOR DA PASSAGEM, LA RELATIVITÀ A FUMETTI, O ERRO DE DESCARTES,D.DINIS, A ALMA È A MENTE, ECONOMIA CANAGLIA, LA CRISI...E POI? A CRIAÇÃO DO MUNDO,A EVOLUÇÃO PARA TODOS, O JACKPOT CÓSMICO, MARAVILHOSAS AVES, O ESPECTÁCULO DA VIDA,ANA KARENINA,

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

AUTORES

TORGA, EÇA, ABELAIRA, PESSOA, EUGÉNIO DE ANDRADE, DRUMOND DE ANDRADE,RUI BELO, CAMÕES,AQUILINO,FERREIRA DE CASTO, TOLSTOI, KUNDERA,VICTOR HUGO, PABLO NERUDA,CERVANTES, CARL SAGAN, RÉGIO, RUSSEL, RENAN, HERCULANO,HEMINGWAY, STEINBEK, SARAMAGO, LAGERLOFF,PASTERNaK, VERISSIMO,