Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




TARDE

por Peter, em 26.04.11


 

 

Espelham da água os tons ocres dobrados,

subindo  a encosta rumo  ao infinito,

procuro segura-los , precipito

olhos e mãos e íntimos cuidados.

 

por sobre mares em ofuscante posto

o astro tomba em falso alinhamento,

toque instantâneo , arrebatamento

da transfiguração que tem no rosto.

 

o dia vai para lá da rotação

que escurece o cá do horizonte,

a rubra luz  não tem hesitação

 

a sombra fecha o sol por sobre o monte

linguagem sem voz , assombração

desse falso morrer que tem defronte.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:19


INFINITO

por Peter, em 19.04.11

 

Não há varanda aberta ao infinito

o infinito é a própria abertura

não há olhar, não existe conflito

o observatório é a loucura.

 

fui o principio  e serei o finito

no caos que me aviltou sem armadura

nada há que chorar , tudo está dito

ignorar é a melhor procura.

 

pesa na alma o peso ,a reticência

angustiando tanto imaginar,

mas talvez seja o mundo paciência

 

onde germina o verbo observar,

a vaga e  infinita circunferência

onde se gasta o tempo e o olhar. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:19


AFASTAMENTO

por Peter, em 12.04.11

 

 

Debruço-me á varanda do infinito

olhando o nortear para qualquer lado,

pego a mala de mão, nela o conflito

veio e regressa descodificado.

 

fui o principio como sou  finito,

o caos que me aviltou jaz de cansado,

o corpo ás vezes chora de aflito

no lento coração já remendado

 

e vai na alma o peso da insistência

emoldurando angústia do pensar

o mundo me termina em inocência

 

mas no centro do mundo é o meu lugar

tudo é vago na vasta circunferência

que se afasta sem fim do meu olhar.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:32


BARCA

por Peter, em 06.04.11

 

Água do lago é de água parada

não mexe o que não tem, não mexe vento,

espelha o universo e não é nada

só é alguma coisa se o invento.

 

na sua superfície uma ramada

certo que vejo e a barca nela tento,

porém não é matéria é ancorada

no sono que me vai no pensamento.

 

se viajasse algures , aquela barca

quando viaja em mim , longe e perdida

talvez abrisse a tampa , fosse a arca

 

presunção e  indício de outra vida,

mas é imaginária, nada abarca

nem remo tem nem cais duma partida.

  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:14


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Posts mais comentados


LIVROS ABERTOS

FERNÃO DE MAGALHÃES, AFONSO HENRIQUES, HENRIQUE O NAVEGADOR , GENOMA, AO ENCONTRO DE ESPINOZA, A INSUSTENTÁVEL LEVEZA DO SER,AS VINHAS DA IRA, GOMORRA,A ORIGEM DAS ESPÉCIES, PERCHÉ NON SONO CRISTIANO, O QUE DIZ MOLERO, AS ORIGENS DA VIDA , O NAVEGADOR DA PASSAGEM, LA RELATIVITÀ A FUMETTI, O ERRO DE DESCARTES,D.DINIS, A ALMA È A MENTE, ECONOMIA CANAGLIA, LA CRISI...E POI? A CRIAÇÃO DO MUNDO,A EVOLUÇÃO PARA TODOS, O JACKPOT CÓSMICO, MARAVILHOSAS AVES, O ESPECTÁCULO DA VIDA,ANA KARENINA,

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

AUTORES

TORGA, EÇA, ABELAIRA, PESSOA, EUGÉNIO DE ANDRADE, DRUMOND DE ANDRADE,RUI BELO, CAMÕES,AQUILINO,FERREIRA DE CASTO, TOLSTOI, KUNDERA,VICTOR HUGO, PABLO NERUDA,CERVANTES, CARL SAGAN, RÉGIO, RUSSEL, RENAN, HERCULANO,HEMINGWAY, STEINBEK, SARAMAGO, LAGERLOFF,PASTERNaK, VERISSIMO,