Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



EU

por Peter, em 01.02.15

eu.jpg

Sou um tipo danado digo ás vezes

de mim para mim portas atravessadas

não gosto de cenouras nem chineses

e sou silva de nome em papeladas

 

não tenho sorte ao jogo e dos amores

contra o jargão o dom é impreciso

teimoso resmungão e nos sabores

um curioso autor do improviso

 

nesta banalidade estabelecida

pela genética herdada  dos avós

ancoro o bote  ao cais duma partida

 

e parto sem partir da minha foz

enquanto enrolo o tempo e esta vida

num verso num café calando a voz.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:53


RASURA

por Peter, em 26.01.15

coimbra.jpg

 Hoje na madrugada que findou

ouvi os sinos da torre da igreja

pulei do sono onde ainda estou

num terramoto que me fere e beija

 

depois do áureo e frio amanhecer

deste inverno sedento esfomeado

o que de resto veio a acontecer

foi prosseguir sonhando e acordado

 

espécie sem horário num vazio

dum caos de pensamento introspecção

na deriva do senso  e desafio

 

ás leis que nos parecem e não são

fixei tarde o sol no pau do fio

metamorfose fresca da razão.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:15


CORREM POR MIM

por Peter, em 15.01.15

sol.jpg

Correm por mim as horas os minutos

os dias debruçados e assim

errado julgo o caminhar sem fim

na conta destes  dias dissolutos

 

me pergunto e duvido e nada sei

se acaso toco acima um infinito

cego de olhar surdo no próprio atrito

matéria ignorante onde pasmei

 

e dispo-me no tempo onde atravesso

a ruela vazia aonde moro

mudo de humor caminho do avesso

 

ás vezes não me sinto nem ignoro

sou um fio perdido do começo

a poeira dum pó, um pêlo, um poro.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:20


CONCERTO

por Peter, em 29.11.14

RSCN3636[1]

Por entre a plateia me sustento

calado ao som final da idade breve

intruso entre os seus gestos me contento

a levitar num sonho calmo e leve

 

tenho na frente a virgem sem menino

tão nova e loira  parece pintura

segurando entre mãos o violino

nele executa e mexe a partitura

 

e do silêncio vivo que me afaga

na harmonia que se abre ao nada

vejo o regato vir fraga após fraga

 

fugindo á floresta desnudada

tenho a virgem nos braços abraçada

e um capitel de flocos me embriaga.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:45


SONETO

por Peter, em 18.11.14

RSCN3553[1]

 Quero calar-me ao dia que amanhece

quero nos versos meus fazer sigilo

 fugir da réstea fria que aparece

por sobre um bago rubro de mirtilo

 

quero calar a voz que de vontade

sonora  bate em sombras diluídas

sem fim seguir os trilhos da cidade

abertos entre neves repartidas

 

para não voltar ao meu lugar cativo

eu quero interromper aqui viagem

deambular silêncio andar furtivo

 

fazer parte integral de uma paisagem

ser um vazio algures e permissivo

acabar  de  figura e ser imagem.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:44


AMOR

por Peter, em 15.09.14

Não consigo esquecer os olhos escuros 

e o riso labial desconcertado

esse estado febril apaixonado

inconstância dos tempos inseguros

 

não consigo esquecer e perturbado

pelos frutos que de apanha são maduros

me turbo em pensamentos obscuros

num paraíso despropositado

 

lembrando os teus abraços de mudança

as malas ensaiadas sedução

que inquinada na duvida descansa

 

na púbis palpitando em minha mão

e os beijos resgatados temperança

nos espasmos repetidos da paixão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:58


SE....

por Peter, em 09.09.14

 

 

Se fossemos amantes quanto amada

seria  a tez que tens , cumplicidade,

quanto acrescentaria a coisa  dada

aos motes do prazer e da vontade

 

se fossemos amantes libertada

a tua rosea face e branco seio

seria infindo aquilo que era nada

nesta surda paixão que em mim refreio

 

se fossemos raiz dessa aventura

tida por nós , mantida ,ah  pois sim creio

seria eterna  a chama e a loucura

 

se fossemos amantes e enleio

de corpos  nus  na alma  ,na figura,

não restos dum encontro de permeio.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:24


BARCA

por Peter, em 06.09.14

 

 

Frágil e velha  barca se adormeço

me vou por ti  sem leme e sem rumar

nos atilhos do cais sem endereço

finjo  ser o partir  sou o ficar

 

sem bussola na bruma onde me esqueço

de onde é o norte e a estrela polar

navego o nevoeiro denso e espesso

nas memórias que tenho a naufragar

 

rasgo  do vendaval a violência

desprovida de vento e de razão

já marujo não sou nem experiência

 

nem o delírio à solta dum tufão

regresso sem partir á procedência

sobre o resto das tábuas dum porão.

  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:00


LOVE STORY

por Peter, em 14.02.13

 

De regresso ás ondas,de retorno ao mar
a barcos parados de mareação
sentado na praia estendo o divagar
pelas serenas águas e sonhos que são

O sol vespertino que gira incendeia
a linha quebrada dos montes ao rubro
e eu, o que faço , agarro a sereia
que trago comigo e dela me cubro.

saltita nas pedras no branco da espuma
são gotas de pérola no seu cintilar
num raio de sol batendo na bruma

na gávea dum barco que vai a passar
e a noite cerrada, de parte nenhuma
sorrindo se espalha pelo meu olhar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:02


MERCÊ

por Peter, em 03.02.13

 

Me haveis doado um universo mãe

desconhecido  infinito  cutelo

uns orifícios  um olhar refém

e poiso azul fingido e amarelo

 

me haveis feito pulmão precipitado

de escamas águas turvas e sapais

presente evoluído dum passado

sem livro de instruções  e me deixais

 

por isso sou um nada como o nada

matéria que materia pensamento

filho de deuses ulterior passada

 

para me perceber como um jumento

a alma a consciência vão e espada

onde ao vazio levo o meu tormento

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:02


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Posts mais comentados


LIVROS ABERTOS

FERNÃO DE MAGALHÃES, AFONSO HENRIQUES, HENRIQUE O NAVEGADOR , GENOMA, AO ENCONTRO DE ESPINOZA, A INSUSTENTÁVEL LEVEZA DO SER,AS VINHAS DA IRA, GOMORRA,A ORIGEM DAS ESPÉCIES, PERCHÉ NON SONO CRISTIANO, O QUE DIZ MOLERO, AS ORIGENS DA VIDA , O NAVEGADOR DA PASSAGEM, LA RELATIVITÀ A FUMETTI, O ERRO DE DESCARTES,D.DINIS, A ALMA È A MENTE, ECONOMIA CANAGLIA, LA CRISI...E POI? A CRIAÇÃO DO MUNDO,A EVOLUÇÃO PARA TODOS, O JACKPOT CÓSMICO, MARAVILHOSAS AVES, O ESPECTÁCULO DA VIDA,ANA KARENINA,

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

AUTORES

TORGA, EÇA, ABELAIRA, PESSOA, EUGÉNIO DE ANDRADE, DRUMOND DE ANDRADE,RUI BELO, CAMÕES,AQUILINO,FERREIRA DE CASTO, TOLSTOI, KUNDERA,VICTOR HUGO, PABLO NERUDA,CERVANTES, CARL SAGAN, RÉGIO, RUSSEL, RENAN, HERCULANO,HEMINGWAY, STEINBEK, SARAMAGO, LAGERLOFF,PASTERNaK, VERISSIMO,